Eficiência na Distribuição de Fundos e Títulos de Renda Fixa

Por: Luiz Gasparelo - 30/07/2019

Tempo de leitura:

Quem realiza a Distribuição de Fundos e de Títulos de Renda Fixa sabe que não é tarefa fácil. Requer organização, conhecimento e, principalmente, uma tecnologia que facilite o processo.

Atualmente existem diversos provedores de tecnologia, software e serviços profissionais para o ecossistema de gestão de investimentos no Brasil. Além de oferecer um visual intuitivo, as plataformas permitem que informações sejam facilmente acessadas pelas pessoas envolvidas no processo dentro da empresa ou instituição financeira.

Neste artigo, você conhecerá como a tecnologia pode auxiliar na organização e Distribuição de Fundos e Títulos de Renda Fixa. Além disso, entenderá melhor o funcionamento de um fundo de investimentos. Boa leitura!

O que são e como funcionam os fundos de investimentos?

Fundos de investimentos são grupos que foram constituídos visando promover a aplicação coletiva de recursos. Eles são regidos por regulamentos devidamente documentados e têm suas decisões tomadas em Assembleias Gerais.

Várias empresas realizam a gestão de investimentos e a distribuição de fundos. Além das instituições financeiras, existem gestoras, corretoras e distribuidores independentes. Elas, geralmente, são lideradas por profissionais que trabalham no segmento há muito tempo e optaram por abrir seu próprio negócio para realiza a gestão de fundos próprios ou de terceiros.

A estrutura considerada ideal para que seja realizada uma plena Gestão de Investimentos é composta por:

  1. Administrador: é o responsável pelo funcionamento do fundo de investimento e por calcular e divulgar o valor da cota. É ele quem constitui o fundo, conforme regulamento da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), e presta contas aos reguladores e cotistas.
  2. Gestor: trata-se da empresa ou pessoa responsável por definir a estratégia e realizar a gestão mais adequada dos investimentos. É ele quem controla as carteiras e faz a distribuição por conta e ordem – tudo conforme a política de investimento estabelecida no regulamento.
  3. Custodiante: é o responsável pela Asset Management do fundo de investimentos e pela liquidação física e financeira. Ou seja, pelo recebimento e pagamento de recursos e ativos. Além disso, é ele que envia o inventário com os dados para o gestor e o administrador.
  4. Distribuidor de fundos: é quem distribui as cotas entre os investidores e faz o intermédio entre o cotista – que é o investidor em si - e o fundo.

Como se percebe, há vários processos e pessoas envolvidos na gestão de investimentos e distribuição de fundos e títulos de renda fixa. E é por isso que é tão importante contar com uma tecnologia que centralize as informações e as deixe acessível a todos.

Como a plataforma da BRITech facilita o processo de distribuição de fundos?

O Atlas/TAS (Transfer Agency System), nome da tecnologia desenvolvida pela BRITech, é um sistema de Gestão de Cotistas de alto desempenho destinado ao mercado financeiro para o controle do passivo de fundos de investimento. Atlas/TAS é de fácil utilização, com integração nativa à plataforma Atlas, amplamente parametrizável pelo usuário e totalmente adequado às orientações e exigências legais dos órgãos reguladores

Além de facilitar o acesso às informações e, com isso, otimizar o trabalho, ela pode ser utilizada em diversos tipos de distribuição, como:

1. Distribuição de Fundos com suitability

Consiste na distribuição de próprios e de terceiros. Ela pode ser:

  • Identificada, cujos dados são revelados para o administrador, que é responsável perante os órgãos reguladores e pelos cotistas;
  • Por conta e ordem, em que os dados do cliente ficam retidos no distribuidor, que passa a ser o responsável pela movimentação e demais informações.

2. Distribuição de Títulos de Renda Fixa

A distribuição pode ser de títulos próprios ou de terceiros. No primeiro caso, o fluxo operacional é realizado diretamente com a instituição financeira distribuidora. Já para títulos de terceiros, pode ser realizada a distribuição por conta e ordem.

3. Cálculo de rebate e taxas

Rebate é a comissão que é paga pelo administrador ou gestor do fundo. Ela costuma ser calculada conforme a taxa de administração definida em contrato.

Assim, a plataforma da BRITech permite que seja realizada a distribuição de fundos mais adequada. Isso garante à instituição uma organização financeira mais eficiente - buscando sempre o melhor rendimento - e um atendimento de excelência aos seus clientes.

Case de sucesso: Banco Renner

Um exemplo de empresa que aderiu à plataforma da BRITech é o Banco Renner. Segundo eles, a tecnologia se encaixou perfeitamente às necessidades do negócio, principalmente porque ela é aberta para integrações e oferece fácil acesso aos dados.

Além disso, a Renner destacou o trabalho realizado pela equipe de suporte. Isso porque foram realizados treinamentos em todos os setores que iriam utilizar esse novo sistema a fim de garantir o pleno uso da nova tecnologia.

Para conhecer mais sobre a solução oferecida pela BRITech e saber como ela pode melhorar a sua gestão e distribuição de fundos, agende uma conversa com um dos nossos especialistas.

Comentários